terça-feira, 1 de abril de 2008

E VIVA O PANAMÁ...

E viva o Panamá! Como diria a minha amiga Ana Emília Iponema Brasil Sotero, (olha o nome da muié..). não é fraca não rsrsrs



Na foto eu e Ana Emília, presidente do CEDM-MT.

Queridos(as) amigos(as) estou de volta!
Foram 10 dias inesquecíveis. Participei da Nona Conferência promovida pela Interrnational Association of Women Judges.
O tema desse ano foi Justice for All: Access, Discrimination, Violence and Corruption.
No total 47 países participaram, dentre eles: Argentina, Bulgaria, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Itália, Japão e Nova Zelândia. Brasil foi a maior delegação (com 41 participantes). Ultrapassamos Panamá (com 38) e Canadá (40).
Quero parabenizar a comissão organizadora do evento, pois, foi impecável! E agradecer imensamente a Associação Nacional de Magistradas, em especial a Desembargadora Shelma Lombardi de Kato, a presidente em exercício, pelo convite. Não poderia deixar de elogiar o empenho da dra. Gleide Bispo Santos, Juíza de Direito em Mato Grosso e responsável pela organização e participação da delegação do Estado. Aliás, só Mato Grosso contou com 35 pessoas.
Parabéns Gleide! A propósito, a Gleide foi eleita representante da IAWJ para América Latina e Caribe. Essa mulher é fera!


Imagem da composição da mesa no dia da palestra da Desembargadora Shelma Lombardi de Kato, entre outros assuntos, ela abordou a violência doméstica e falou sobre a instalação das varas em Cuiabá.


Tenho muitas coisas para contar... coisas engraçadas e uma desagradável.
Vou começar pela desagradável: minha amiga Silvia Virginia foi furtada logo no segundo dia de nossa estada durante o almoço no Albertus Café, um restaurante bem freqüentado num ponto turístico da cidade. Ficamos no ambiente fechado em razão do ar condicionado. Era um dia quente, aproximadamente 34 graus. Havia treze pessoas em volta da mesa. Em clima de festa e alucinados com a beleza do cais de Causeway, nos permitimos distrair um pouco e a bolsa com todos os documentos da Silvia, inclusive o passaporte, foi levada sem que ninguém percebesse.
A Polícia foi acionada e registrada a ocorrência, após muita dificuldade, já que não havia intérprete na Delegacia e o policial se negava a tentar compreender o que Silvia dizia. Pasme! Silvia é Delegada de Polícia no Brasil. E das boas!
Foi um episódio triste, mas é algo suscetível de acontecer em viagens, acontece até no Brasil...
Se acontecer com você: ligue imediatamente para o Consulado e não para a Embaixada, como a Silvia fez.
O Consulado dispõe de um telefone de plantão, a Embaixada não.
Cancele cartões, cheques, etc e tente um acordo com o restaurante.
Ficamos sabendo mais tarde de histórias semelhantes em que os clientes foram indenizados pelo restaurante.
Silvia obteve outro passaporte e voltou conosco.
Amanhã conto mais...
Imagem da localidade de Causeway. O restaurante é essa construção a direita.



9 comentários:

DVD e CD disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Tânia Defensora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luma disse...

Tânia!! Que bom que voltou!!
Chato o que aconteceu e ainda bem que foi resolvido. Penso que têm quadrilhas que marcam ponto nesses locais, só pode!
Depois volto pra saber das boas! Seja bem-vinda!! Beijus

Lola disse...

Menina, o Oscar me contou que você estava viajando, disse a ele que queria estar no teu lugar :)...
Depois conta mais novidades...
Besos.

Sahmany disse...

Taniaaaa!!!
Bem vinda de volta!
Tô até aqui de trabalhos e provas, jurei que hoje nem ía entrar no blog, mas sempre dou uma olhadinha nos emails e quando vi lá teu comentário, pensei, vou só dar uma corridinha na casa dela pra deixar um beijo de boas vindas. Então é isso!
Beijão procê lindona!
fuiiiiiiiiiii

Lia Noronha disse...

Que belo trabalho vc realiza Tânia...tenho orgulho de conhecer vc e poder fazer parte do seu grupo d emaigos por aqui.
Abraços bem carinhosos e continue assim...guerreira e corajosa!!!

Adriana disse...

Oi Tânia!!

Seja bem-vinda!! Estava com saudades!!

Nossa, que chato isso que ocorreu, hein? Mas é como a Luma falou, acho que existem pessoas que já fazem esse tipo de coisa em determinados locais, que escolhem justamente os turistas. Enfim, coisa bem comum aqui no Brasil também, infelizmente...

Beijos!!!

Maria Fernanda disse...

Já estava com saudades deste blog maravilhoso.
bjs

Universo Feminino disse...

Que bacana!! Espero que este trabalho dê bons frutos!!

Beijos querida