sábado, 19 de abril de 2014

Índios procuram Defensoria em busca de direitos

  Reunião realizada na sede da Defensoria Pública do Estado na última sexta-feira.

O Defensor Público-Geral, Djalma Sabo Mendes Júnior, se reuniu, na última sexta-feira (04), com Caciques de três comunidades indígenas chiquitanas do Estado que enfrentam problemas que vão desde os relacionados aos direitos básicos, como reconhecimento de paternidade e falta de documento, até questões mais complexas como demarcação de suas terras.
O objetivo do encontro, coordenado pelo Defensor Público do Núcleo de Direitos Humanos da Instituição, Roberto Tadeu Vaz Curvo, foi discutir o que pode ser feito por parte da Defensoria Pública para cada problema enfrentado pelas comunidades.
Em relação às questões mais pontuais, o Defensor-Geral sugeriu que Roberto entrasse em contato, imediatamente, com os Defensores Públicos atuantes nas Comarcas de Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade e Porto Esperidião, onde estão localizadas as aldeias, para que já seja dado início a solução das questões referentes aos seus direitos primários.
Antes de finalizar, Djalma ainda fez questão de ressaltar o papel da Defensoria e garantiu que essa questão será acompanhada de perto. “A Defensoria atua, primordialmente, na defesa dos Direitos Humanos. Essa é nossa missão institucional e agora, com o Defensor Roberto acompanhando de perto o processo, vamos fazer o que for preciso para identificar cada situação e determinar a linha de atuação”. 

Nenhum comentário: