terça-feira, 4 de setembro de 2007

Defensoria em Matupá e Peixoto de Azevedo



A minha colega: Wanessa Cristina Barbosa Lira Monteiro e ao meu colega: Valdenir Luiz Pereira as minhas boas vindas! Recebi por e-mail as fotos da inauguração dos núcleos. Como é bom poder contar com presença da "chefia" nessas ocasiões e ela tem procurado comparecer em todos os eventos. Puxa! Que maratona. As duas inaugurações foram no mesmo dia.
A você Wanessa desejo tudo de bom e espero que não presencie aí em Matupa estória triste como a que abalou a opinião pública do Brasil e internacional.
Há mais ou menos uns 18 anos, Matupá foi palco de uma cena horrível: atearam fogo em pessoas vivas em plena praça pública. Essas pessoas certamente deveriam ser nossos assistidos, pois, desde 1988 a Constituição previu a criação de Defensoria Pública para defender QUALQUER pessoa. Eu era aluna do saudoso Silva Freire, professor de Direito Penal e criminalista. Ele nos mostrou as fotos da barbarie em sala de aula. Nunca mais esqueci...

Um comentário:

VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE MATUPÁ disse...

Bom dia, estava navegando e achei teu blog. Muito bom, bem esclarecedor gostei muito de saber que por aqui tem mais gente usando a internet para o bem dos internautas.
Moro em Matupá, trabalho na Vigilância Sanitária e assim como você tento levar informação a população.
Visite nosso blog www.visamatupa.blogspot.com
Abraço.