sábado, 15 de dezembro de 2007

A Arte de ser Mulher


Por Ângela Moura Silva Campos


Por que dedicar-te apenas um dia no ano

se tu és o símbolo da vida que existe todos os dias?

Por que tratar-se com frieza deixando-te à sombra se tu és como o sol que aquece e doura tudo e a todos ilumina e guias?

Por que separar-te, negando-te espaço, se tu és o próprio laço

que a todos une, aconchega, abraça?

Não adianta criarem polêmicas

querendo explicar-te através de programa, nada conseguirão.

Por que mulher não se explica, entende-se e se ama;

e significa muito mais do que requer a razão.

Por que pagar um preço tão alto na vida para conseguir o que queres,

se és capaz de carregar dentro de ti um ser, a maior riqueza,

e depois concede-lo à própria vida

num profundo ato de amor e doação?

Numa explosão de encanto e beleza?

se tu és mártir, és também heroína,

Saber ser dócil e astutamente felina.

Tu és regida a pura emoção.

Tu és dentre todos, a arte mais perfeita;

sem auxílio de palheta, pincel ou colher.


A poesia é linda, mas que preço é esse que a autora se refere? E outra: não quero continuar sendo mártir e nem heroína. Que carga pesada... Dá licença, não tô a fim de ser perfeita, só quero melhorar um pouco...

8 comentários:

jlcrudo disse...

Concordo, Tânia.
Também não acho bonito sofrer ou vangloriar-se disso.
A nossa auto-cobrança pela perfeição é um dos fatores de sofrimento, sem dúvida.
Vamos nos permitir ser menos que perfeitas, mulher também é ser humano.
bjs, adorei seu blog.
Ju

david santos disse...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Aproveito para LHE pedir que participe na blogagem colectiva que se realiza amanhã, dia 17, em prol da menina Flávia

Lusófona disse...

Oi Tânia!
Sim a poesia é linda.

Eu penso que as mulheres consquistaram muitas coisas e muitas não sabem lidar muito bem com isso, tentam conciliar tudo...mas, não se pode ser mãe, mulher, profissional, filha, amiga, e tudo na perfeição....

Beijinhos e bom domingo

Tânia Defensora disse...

Pois é Ju, por isso tantas mulheres entram em depressão.
Obrigada pela visita.
Beijos

Tânia Defensora disse...

Obrigada David.
Desejo-lhe o mesmo.
Vou tentar postar, não garanto, pois, estou com problemas com a placa do vivo zap.
Beijo grande

Tânia Defensora disse...

Oi Lusófona!
Que bom que vc voltou.
Depois que virei mãe caiu a ficha.
Não dá, não dá e não dá para fazer tudo com perfeição.
Um abraço

Maria Fernanda disse...

Concordo contigo, só quero ser "ser humano".... nada mais.
bjs

Tânia Defensora disse...

Pois é Fernanda!
Chega desse negócio de ser a rainha do lar!