segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Injustiça de uma justiça lenta


Estou repostando...

Tenho um filho de 4 anos que adora água, portanto, ama piscina.

Já tive oportunidade de brincar com meu filho numa piscina.

Tenho um medo horrível de pensar que ele pode se afogar.

Já fiquei colada no ralo de sucção de uma piscina, mas nunca havia imaginado que isso pudesse causar danos irreversíveis a uma criança.

Meu filho ainda não sabe nadar, logo, só fica na piscina com um adulto, mas ele está tomando aulas de natação numa academia.

Um dia ele aprenderá a nadar e com certeza vai querer ir para piscina sozinho.

Lendo a estória de Flavia, vi o quanto nós, consumidores, somos vulneráveis ao perigo e notei o quão são irresponsáveis os fabricantes desses aparelhos.

Jamais li avisos sobre o risco.

Cada vez mais somos seduzidos pelas imagens que nos agradam. Crianças sorrindo dentro da água. Sol escaldante. Bóias, espaguetes, escorregadores, trampolins e outros apetrechos são exibidos, mas em momento algum somos advertidos dos perigos.

O marketing em cima dos produtos é impetuoso. E nós assistimos a isso tudo sem nos atentarmos para os riscos até que um acidente como o da Flávia nos alerte.

A melhor maneira de evitar que histórias tristes como a da Flávia se repitam é divulgarmos a notícia, cobrarmos fiscalização e informação.

Importante também que o Ministério Público faça essa e outras empresas que fabricam tal artefato assinarem um termo de ajustamento de conduta para divulgar o risco de afogamento. Seria o mínimo para nos proteger.

8 comentários:

Adriana disse...

Oi, Tânia! Tudo bem com vc?

Olha, eu sempre morri de medo de ralos de piscina, sabia? Todas as vezes que nado em piscinas passo por longe dos ralos, pois já ouvi várias histórias de pessoas que foram sugadas, pelos cabelos, pelo maiô... Isso é mesmo muito perigoso e as pessoas têm de saber para poder se proteger, já que ninguém faz nada a respeito, infelizmente...

Também estou participando dessa blogagem, se vc puder, dá uma passada por lá!

Beijos e tenha uma ótima semana!!!

Adriana

Tânia Defensora disse...

OI Adriana!
Obrigada pela visita.
Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse risco.
Abs

Maria Fernanda disse...

Nossa que história triste hen...
bjs

Tânia Defensora disse...

Pois é Fernanda. Muito triste.

Odele Souza disse...

Boa noite Tania,
Peço desculpas por não ter vindo antes agradecer por sua participação na Blogagem Coletiva para divulgação da história de minha filha Flavia, um exemplo de NEGLIGÊNCIA e IMPUNIDADE.
Obrigada por este post.
Seu blog estará na lista daqueles que participaram da Blogagem em favor de Flavia.

Um abraço.

Tânia Defensora disse...

Olá Odele.
Não precisava se desculpar. Imagino que o dia de ontem deve ter sido cansativo.
Obrigada pela visita.
Abs

Odele Souza disse...

Tania,
Não sei se você viu, mas seu blog está linkado, (já estava quando pensei que não) é que no meio de tantos, às vezes a "vista embaralha" e acabei por não ver seu link.

Aproveito este dia para lhe desejar UM FELIZ NATAL!.

Um abraço.

disse...

Minha linda tem um mimo para você lá em casa!
Beijos de boa tarde!
Parabéns pela postagem como sempre perfeita!