Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Aproveitando o ensejo, já que a blogagem coletiva contra a pedofilia será essa semana, leia o texto abaixo sobre o Terceiro Congresso Mundial de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes:


O Rio de Janeiro foi a cidade escolhida para sediar o 3° Congresso Mundial sobre Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que deverá reunir 4.000 pessoas entre os dias 25 a 28 de novembro. A decisão foi tomada durante reunião da comissão organizadora, realizada nos dias 22 e 23 em Brasília e reuniu governos de diversos países e sociedade civil. O evento será realizado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR) em conjunto com a Articulação Internacional contra Prostituição, Pornografia e Tráfico de Crianças e Adolescentes (ECPAT) do Brasil e Internacional; Unicef Brasil e Internacional; e NGO Brasil e Internacional – uma rede de Organizações Não Governamentais ligadas ao tema.

O tema de abertura do Congresso é "Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e a sua Proteção contra a Exploração Sexual – Por uma Visão Sistêmica". Durante os três dias de encontro, serão realizadas oficinas, espaço de diálogo e cinco painéis – Formas de exploração Sexual Comercial e seus novos cenários; Marco Legal e Responsabilização; Políticas Intersetoriais Integradas; Iniciativas de Responsabilidade Social; e Estratégias de Cooperação Internacional.

O 1º Congresso aconteceu em Estocolmo, na Suécia, em 1996, e definiu como crime contra a humanidade o abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, pornografia, turismo sexual e tráfico de pessoas para fins sexuais. A mobilização social iniciada pelo 1º Congresso teve como conseqüência, no Brasil, a elaboração e publicação do Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-juvenil, instrumento de garantia na defesa de direitos de crianças e adolescentes. O 2º Congresso aconteceu em 2001, em Yokohama, no Japão, onde o Brasil apresentou os resultados dos acordos estabelecidos no 1º Congresso Mundial e das ações desenvolvidas de forma articulada entre a sociedade civil e o poder público.

Fonte:
http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/noticias/
ultimas_noticias/MySQLNoticia.2008-01-23.2853

Comentários

Maria Fernanda disse…
Legal, precisamos realmente dessas atitudes para mudar nossa realidade.
bjs
Tânia Defensora disse…
Oi Fê!
Gostaria muito de poder participar.
Vamos ver, quem sabe...
Anônimo disse…
DRA.Tânia:
Boa tarde!
Meu nome é Leticia, sou psicóloga e faço parte de uma Ong de São Paulo, a FUNDAÇÃO ORSA, que realiza diversos trabalhos de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes. Gostaria de saber se vc possui mais informações sobre o III Congresso Mundial que acontecerá no RJ, pois o único dado que possuo se refere ao dia do evento... Não encontrei informações sobre o local, horário, valores, como será a inscrição, etc.
Obrigada pela atenção disponibilizada.
Atenciosamente,

Leticia Teixeira de Azevedo
Analista de Projetos Sociais
Projeto Alô VIDA
FUNDAÇÃO ORSA

Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE RESPOSTA PRELIMINAR DE INFRAÇÃO À LEI MARIA DA PENHA

MODELO DE ROTEIRO DE ABERTURA DE EVENTOS EM GERAL

MODELO DE PETIÇÃO PARA INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA DE DEPENDENTES QUÍMICOS