quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Informativo sobre a UBM - União Brasileira de Mulheres


Fundada em 1988, a União Brasileira de Mulheres – UBM – é uma entidade nacional, apartidária, sem fins lucrativos, que reúne mulheres na luta contra a discriminação de gênero, racial, religiosa ou de qualquer natureza.

Participa de articulações do movimento de mulheres e do movimento feminista nacional e internacional; realizando atividades de pesquisa sobre questões relativas à mulher, particularmente nas áreas de trabalho, saúde, violência e políticas públicas. Promove seminários, cursos, palestras e debates sobre a questão de gênero, inclusive em parceria com outras entidades do movimento de mulheres, do movimento popular, do movimento estudantil e de jovens, e do movimento sindical. Além disso, publica cartilhas, boletins e panfletos.

Atualmente, a UBM está organizada em diversos estados brasileiros. Em Mato Grosso, seu Congresso de fundação aconteceu em outubro de 2007, onde foram aprovados seus estatutos, bandeiras de lutas e eleita sua primeira direção estadual.

Primeira grande campanha desenvolvida pela UBM/ MT, a divulgação da Lei Maria da Penha, em forma de cartoon, objetiva popularizar este importante instrumento de luta pela erradicação da violência contra a mulher.

Violência contra a mulher é uma questão social e de saúde pública, e uma das formas mais perversas de discriminação. A violência contra a mulher ocorre nos espaços públicos e privados e não é só agressão física, mas também psicológica, moral e verbal. Ela destrói a auto-estima, causa doenças, prejudica a qualidade de vida, interfere no exercício da cidadania das mulheres e no desenvolvimento da sociedade em sua diversidade.

9 comentários:

Lusófona disse...

Foi através duma pesquisa para o meu blog sobre as mulheres que conheci esse site ;)

Beijos

Tânia Defensora disse...

Lusófona eu estou participando da UBM-MT, tomei posse em Novembro do ano passado.
Beijos

Anônimo disse...

olá sou a maciene borges sou acreana, faço parte da ubm em cruzeiro so sul
beijis

maciene disse...

olá tudo bem
eu faço parte da umb em cruzeiro do acre
faço parte da direção!!!
gostaria de saber quando que tem congresso da UBM?
meu maci_czs@hotmail.com
que bom que agora eu encontrei o blog qye fale da UBM!!!
ta show de bola
abraço

Anônimo disse...

Boa noite, me chamo Liliane e pertenço ao MPM de Belo Horizonte, adorei o seu blogger, estou começando a fazer o nosso do MPM, e retirei algumas artes no seu. Sempre que precisar vou recorrer a ao seu blogger, felicidades para vc, e assim que estiver pronto e funcionando a UBM de belo Horizonte vou fazer tambem o dela. Asim que tiver um tempinho nos faça uma visita www.mpmbh.blogspot.com. Beijos

Anônimo disse...

Olá sou a Marianna Versiani tenho 16 anos e sou da UJS de BH,e sei o quanto é importante e ao mesmo tempo dícil a discurção sobre a questão da mulher,em BH temos feito um trabalho pessado em cima disso,muitas vezes as próoias mulheres se recussam em falar sobre o que diretamente estão ligados a elas,acredito que a UJS tem um papel importante na formação de opinioes dessas meninas e meninos,por que é na juventude que acontecem as gestaçoes indesejadas,os abortos caseiros,a explotação sexual as vezes por pessoas bem proximas.Hoje mesmo sabendo de todas a díficuldades tenho tentado levar essas discurçoes para a Juventude,sendo dentro da sala de aula conciliado a luta estudantil secundarista e universitária e a questão da mulher,e claro tbm assuntos como a homosexualidade,questão racial e etc.Parabens pelo Blogger.Saudaçoes emancipacionistas.
Beijos

Francisca Dias Tefé Am disse...

Sou Francisca Dias de Tefé Am, e faço parte da UBm em minha cidade, fiquei feliz quando encontrei este blog, que bom que existem muitas mulheres na luta contra discriminaçã. A UBM em Tefé existe á dois anos e estamos bem organizadas.
"mulheres lutar, seus direitos conquistar" Abraços para todas ubemistas.

Samma Oliveira disse...

Oi sou Samma Oliveira e tambem defendo o direito da mulher sou tambem da UBM de cruzeiro do sul
é bom saber que nessa caminhada eu não estou so !! abraços

Anônimo disse...

Olá Tânia, sou Edna, sou de Teresina-PI, estou na UBM apenas dois meses, estou me sentindo em casa com o grupo aqui de minha cidade. Sou uma das coordenadoras de meu bairro, fizemos 3 reuniões e sentimos que a UBM esta sendo bem vinda, as mulheres estão cheias de esperanças, expectativas e vontade de fortalecer o grupo e a luta pelos seus direitos e liberdade. Pretendemos fundar em breve uma sede da UMB e também uma delegacia da mulher na nossa zona. Estou encantada com o trabalho da UBM e queremos fazer com que mais mulheres participe e acredite que tudo é possivel quando estamos unidas.
Abraços,
Edna T. Smith - (prodyna@hotmail.com)