quarta-feira, 28 de maio de 2008

Radionovela da Rádio Justiça homenageia defensor público

A rotina do defensor público Bartolomeu Pereira é marcada por uma constante fila de pessoas de baixa renda que buscam algum auxílio jurídico. São divórcios, pensões alimentícias, crimes cometidos e não cometidos, uma infinidade de questões que, muitas vezes, transformam o defensor em conciliador e até mesmo em psicólogo. Por mais que pareça, esse profissional não é um super-herói e também enfrenta desafios na vida pessoal. Ele tem a guarda da filha, Olívia, e precisa agüentar os desatinos da ex-mulher, Suellen, que vive pendurada no bolso do ex-marido. Para ajudá-lo com tantos problemas, eis que surge o estagiário Robinson. Imbatível, a dupla Bartolomeu e Robinson resolve questões que vão muito além de um cotidiano cheio de processos.

Esse é o tema da novela As Aventuras do Defensor Público, em cartaz no programa Justiça em Cena, da Rádio Justiça. A história tem cinco capítulos e é uma das homenagens ao Dia do Defensor Público, comemorado no dia 19 de maio. O roteiro é de Guilherme Macedo e a direção, de Viviane Yanagui. A sonoplastia fica por conta de Marcus Tavares.

As Aventuras do Defensor Público tem as vozes de Daniel Costa, Jane Costa, Mahêva Campos, Miguelzinho Martins, Odete Rocha, Rimack Souto, Tomaz Menezes e William Galvão. A novela é veiculada em nove horários, de segunda a sexta-feira: 8h50, 12h50, 14h50, 17h50, 21h50, 23h50, 1h50 , 3h50 e 5h50. Sábado e domingo, às 20h, a rádio apresenta o compacto com a história completa.

A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 MHz, em Brasília, via satélite ou pelo site www.radiojustica.gov.br. O áudio de todas as radionovelas produzidas está disponível no site.

Histórico

O Justiça em Cena é um projeto da Rádio Justiça iniciado em 2004, quando a emissora foi inaugurada. Retomado e reelaborado em 2007, o programa já está na oitava edição. A primeira, Tempos de Suplicação, tratou dos primórdios da Justiça independente no Brasil, com a chegada da família real. A segunda, A Fera de Macabu, teve como foco a história do fazendeiro Motta Coqueiro, condenado injustamente à forca por assassinato, fato que levou ao fim da pena de morte no Brasil, por volta de 1875.

A terceira, Bola Fora, tratou do bolão de loteria que quase chegou aos tribunais, além da Lei Maria da Penha e dos Juizados de Conciliação. A quarta, Em Nome da Honra, retratou os crimes cometidos em defesa da honra. A quinta, Reunião de Família, enfocou a reinserção de ex-presidiários na sociedade. A sexta, Alice no País do Trabalho, falou das formas ilegais de exploração do trabalho. A última, Liquidação de Emoções, tratou do Direito do Consumidor e das relações de consumo.

Em novembro de 2007, Justiça em Cena foi considerado o melhor programa de rádio pelo 5º Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. Em função do sucesso do projeto, a Rádio Justiça vai ampliá-lo: a partir de julho de 2008, Justiça em Cena terá um episódio novo toda semana.

O projeto conta com a colaboração de técnicos, editores e repórteres da Rádio e da TV Justiça.

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2008

4 comentários:

Rose disse...

Tania, querida, adoro suas gargalhadas em meus espaços.Rio por vc rir.
Bjs.

NANDO DAMÁZIO disse...

Oi, Tânia, tudo bem ??
Bem, já conheço seu blog e estou convidando o pessoal para participar da Blogagem Coletiva Contra o Tabagismo, que acontecerá neste sábado, 31 de maio, que é o Dia Mundial Sem Tabaco ..
Caso queira participar, tem as informações no meu blog, o selo com o post está na coluna à direita. Caso não possa também não tem problema, mas desde já agradeço a atenção ..
Obrigado e independente da Blogagem espero que possamos manter contato, voltarei aqui mais vezes !!
Abraço, até mais !!

Jeanne disse...

Não tinha conhecimento desta rádio. Sempre que venho aqui aprendo coisas novas e isto é mt bom.
Vou mandar o teu link para o meu filho que está se formando em direito agora em julho, no mmomento está sem tempo, podes imaginar, mas acho que ele vai gostar.
Beijos

Lola disse...

Oi, moça!
Gostei da postagem! Legal esta iniciativa, achei muito educativa, além de interessante!!!
Beijo, moça.