sexta-feira, 30 de maio de 2008

Vocabulário Jurídico do Direito Moderno kkkkkk


Uma tendência moderna do Direito é o abandono dos termos rebuscados e pomposos, optando o legislador pela utilização de uma linguagem mais simples e mais próxima do povo. Leis como o Código de Defesa do Consumidor inovam pelo seu teor extremamente didático e de fácil alcance por todas as camadas sociais. Pensando nisso, foi elaborado o Vocabulário Jurídico do Direito Moderno, do qual temos uma pequena amostra a seguir.

Vocabulário do Direito Moderno:

1- Princípio da iniciativa das partes - 'faz a sua, que eu faço a minha'.
2- Princípio da insignificância - 'grande merda isso'.
3- Princípio da fungibilidade - 'só tem tu, vai tu mesmo' (parte da
doutrina e da jurisprudência entende como sendo 'quem não tem cão caça com gato').
4- Sucumbência - 'a casa caiu !!!'
5- Legítima defesa - 'tomou, levou'.
6- Legítima defesa de terceiro - 'deu no mano, leva na oreia'.
7- Legítima defesa putativa - 'foi mal'.
8- Oposição - 'sai batido que o barato é meu'.
9- Nomeação à autoria - 'vou cagüetar todo mundo'.
10- Chamamento ao processo - 'o maluco ali, também deve'.
11- Assistência - 'então brother, é nóis.'
12- Direito de apelar em liberdade - 'fui!' (parte da doutrina entende
como'só se for agora').
13- Princípio do contraditório - 'agora é eu'.
14- Revelia, preclusão, perempção, prescrição e decadência - 'camarão que dorme, a onda leva'.
15- Honorários advocatícios - 'EMA EMA EMA: cada um com os seu pobrema'.
16- Co-autoria, e litisconsórcio passivo -'passarinho que acompanha
morcego dá de cara com muro'
17- Reconvenção - 'tá louco, mermão. A culpa é sua'.
18- Comoriência - 'um pipoco pra dois' ou 'dois coelhos com uma paulada só'.
19 - Preparo - 'então...., deixa uma merrequinha aí.'
20- Deserção - 'deixa quieto'.
22- Recurso adesivo - 'vou no vácuo'.
23- Sigilo profissional - 'na miúda, só entre a gente'.
24- Estelionato - 'malandro é malandro, e mané é mané'.
25- Falso testemunho - 'fala sério...'.
26- Reincidência - 'pô mermão, de novo?'.
27- Investigação de paternidade - 'toma que o filho é teu'.
28- Execução de alimentos - 'quem não chora não mama'.
29- Res nullius - 'achado não é roubado'.
30- De cujus - 'presunto'.
31- Despejo coercitivo - 'sai batido'.
32- Usucapião - 'tá dominado, tá tudo dominado'.

Texto recebido por e-mail
Obrigado Oscar

5 comentários:

Cris disse...

rsrsrsr...Ótimo. Democratizando o "juridiquês".

Beijão e Bom fim de semana.

Stephanie Sarmiento disse...

Olá,

Estou entrando em contato novamente para me colocar à disposição ao esclarecimento de dúvidas referente ao e-mail que enviei no dia 16/05/08, tratando da Parceria Comercial entre o Site Tânia Defensora com a HOTWords.

Qualquer dúvida ou maiores informações, por favor, entre em contato comigo.

Abraços,
Stephanie Sarmiento
------------------------------
smarques@hotwords.com.br
www.hotwords.com.br
------------------------------
Phone: 11 3178 2514

Maria Fernanda disse...

Lembrei daquele ditado: "com o tempo tudo muda..." rsrsrs
Bjs no seu lindo coração

NANDO DAMÁZIO disse...

Haha, pra gente que não entende "lhufas" da linguagem da jurisprudência, esse vocabulário é uma mão na roda !!

Tânia, muito obrigado pela força na blogagem coletiva, amanhã passo pra conferir ..
Abraço !!

Rose disse...

Ahahahahahahahahahahahahahaahahahahh
Não pude deixar de dar boas gargalhadas.
Meu marido faz direito(hummmm!), digo, está estudando DIREITO,ele vai adorar essa, vou copiar, ok?
BJS, querida.