sexta-feira, 25 de julho de 2008

LEI SECA e LEI MARIA DA PENHA - de novo a discussão: são inconstitucionais?


Fonte: www.gazetadigital.com.br

Caroline Rodrigues
Da Redação

Valdecir da Silva Arcal, 33, chegou em casa embriagado e ateou fogo na esposa após uma discussão. Ele jogou thinner na camiseta de Elza Oliveira Gama, 47, e usou um isqueiro para queimá-la. O crime aconteceu na terça-feira no bairro Pedra 90 em Rondonópolis (210 km de Cuiabá). A vítima foi encaminhada na manhã de ontem para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, onde está internada em estado grave, mas não corre risco de morte. O fogo atingiu 50% do corpo de Elza e provocou queimaduras de 2º e 3º. O boletim médico informou que a paciente está lúcida e responde as perguntas dos profissionais de saúde.

As áreas mais atingidas pelas queimaduras foram as pernas, o braço esquerdo e a região do abdome.Outras informações sobre o estado de saúde, serão fornecidas após a limpeza dos ferimentos.

O agressor foi preso em flagrante e está na cadeia pública da cidade. Conforme informações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, os vizinhos ficaram revoltados e agrediram o Valdecir, que será julgado por tentativa de homicídio.

Durante a confecção do boletim de ocorrência, a agressor alegou que não lembrava de ter incendiado a esposa e nem de ter apanhado dos habitantes do bairro. Ele falou que os ferimentos em seu corpo foram causados pelo filho da vítima. Segundo os investigadores os detalhes da ação serão descobertos após o depoimento da vítima.

Pois é amigos(as), ainda tem gente que diz que a Lei Maria da Penha é inconstitucional. A OAB-MT, na pessoa de seu presidente também está questionando a constitucionalidade da Lei Seca. Eu me pergunto se esse indivíduo (o que ateou fogo em sua mulher) estivesse dirigindo um carro, quantas pessoas ele poderia ter matado?
Ah! Quase matou a mulher, a mulher dele...

7 comentários:

Lola disse...

Infelizmente, isso ainda acontece. Até quando? E até quando o Presidente vai continuar pensando em acabar com coisas que começam a dar certo, por pressão?!!!
Ainda acredito que as coisas podem dar certo!
Beijo.

Rose disse...

Meu Deus!!!!
Cada coisa que ouvimos e lemos...
Será culpa da bebida?Ou foi a reação do caráter com o àlcool?
Beijão, minha querida.

Luma disse...

As leis são necessárias e a da lei seca está mal redigida, precisa de um update e só! Como sabemos não é necessário muito para que a polícia exerça atos que não são próprios dela. Não considero a lei Maria da Penha inconstitucional, só não concordo com o estado pagar uma indenização que sai de nosso bolso. O prejuízo tem que ser dos ex-maridos e não nosso.
Os advogados que alegam inconstitucionalidade deveriam sugerir meios para a polícia trabalhar. Se nao é bafômetro, que seja um exame de sangue. Não podemos é continuar com pessoas inconsequentes transitando pelas ruas ou irresponsáveis dentro de casa. Acusou o filho é?
Bom fim de semana! Beijus

Cristiane Fetter disse...

Tânia, volteiiiiiiiiiiiii, risos.
Passei aqui para dar um alô e dizer que estou de volta.
Beijocas

disse...

É sempre assim, quando a coisa é boa os donos do mundo não aceitam, concordo com a amiga acima, até quando?
Em minha cidade Campinas SP, era um abuso e ainda continua sendo, final de semana por exesso de bebida morreram dois jovens, eles gostam de transgredir as Leis. Na minha opinião deveria ser mais dura ainda essa Lei seca e definitiva.
Linda saudades de voc~es, o tempo está muito corrido e muito trabalho né?
Bom final de semana e que Deus te abençoe junto aos seus.
Beijos!

Vinicius disse...

Boa noite. Que notícia horrível,o que a embriaguez não faz, e claro uma grande dose de maldade dentro desse "quase homem" , que homem que é homem não faz uma barbariedade dessas com uma mulher, e coitada dela que ficará "marcada "por essa crueldade.Que covardia.
Um bom final de semana pra ti.
Abraços.

CRIS disse...

É importante existir a lei. Ela tem é que valer para todos, indiscriminadamente.

beijão, Tânia.