terça-feira, 14 de outubro de 2008

Dicionário Jurídico

1 - Princípio da iniciativa das partes: 'Faz a tua que eu faço a minha';
2 - Princípio da insignificância: 'Grande merda isto';
3 - Princípio da fungibilidade: 'Se só tem tu, vai tu mesmo' (parte da
doutrina e da jurisprudência entende como sendo: 'Quem não tem cão, caça com gato');
4 - Sucumbência: 'A casa caiu!';
5 - Legítima defesa: 'Tomou, levou, mané!';
6 - Legítima defesa de terceiro: 'Deu no mano, leva na oreia';
7 - Legítima defesa putativa: 'Foi mal';
8 - Oposição: 'Sai batido que o barato é meu';
9 - Nomeação à autoria: 'Vou cagüetar todo mundo'!;
10 - Chamamento ao processo: 'O maluco ali também deve';
11 - Assistência: 'Então, brother, é nóis';
12 - Direito de apelar em liberdade: 'Fui! Demorô' (parte da doutrina
entende como 'Só se for agora!');
13 - Princípio do contraditório: 'agora é eu';
14 - Revelia, preclusão, perempção, prescrição e decadência: 'Camarão que
dorme a onda leva';
15 - Honorários advocatícios: 'Cada um com os seus problemas' ou 'Não mexe
no meu que eu não mexo no teu;
16 - Co-autoria e litisconsórcio passivo: 'Passarinho que acompanha morcego dá de cara com muro', ou 'Passarinho que acompanha morcego dorme de cabeça pra baixo';
17 - Reconvenção: 'Tá louco, mermão? A culpa é sua!';
18 - Comoriência: 'Um pipoco pra dois' ou 'Dois coelhos com uma paulada só';
19 - Preparo: 'Então... deixa uma merrequinha aí';
20 - Deserção: 'Deixa quieto';
21 - Recurso adesivo: 'Vou no vácuo';
22 - Sigilo profissional: 'Na miúda, só entre a gente', alguns preferem 'No
sapatinho';
23 - Estelionato: 'Malandro é malandro e mané é mané';
24 - Falso testemunho: 'Fala sério...';
25 - Reincidência: 'Pô mermão, de novo?';
26 - Investigação de paternidade: 'Toma que o filho é teu';
27 - Execução de alimentos: 'Quem não chora não mama';
28 - Res nullius: 'Achado não é roubado';
29 - Despejo coercitivo: 'Sai batido';
30 - Usucapião: 'Tá dominado, tá tudo dominado'.

4 comentários:

Mirian Martins disse...

Gostei do dicionário.
Esse princípio da "insignificância" é demais!!!!
Quando tiver um tempinho, passa lá no Gente Sem Saúde que tem presente por lá.
Abraço.

Sandra disse...

Olá Tânia....Achei bem construtivo este dicionário jurídico(rsrsrsrsrsrs)....Sem apelos,mas curto e grosso,como diz o ditado popular.Gostei!!!
Desejo uma ótima quinta-feira prá vc e sua família!!!
Volto em breve!!!
Abraços e bjs.

disse...

Que dicionário é esse???

Gostei...kkkkk

Por anda a Doutora mais querida da blogosfera, pelo menos para mim vc é, e sinto saudades de sua presença.
Mas trabalhar é bom né???

Beijos minha linda!
Tenha um final de seman cheio da luz do Senhor nosso Deus e que Ele te abençoe junto aos seus!

Rô!

Rose disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, não precisa entender de leis ...Basta ler e morrer de rir.
Um beijo, minha querida.