segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

8 de Dezembro - Dia da Justiça


No ano passado falei sobre a adolescente de Abaetetuba, presa numa cela com homens, no Pará.


Este ano eu poderia falar sobre duas detentas que estavam sendo abusadas sexualmente pelos agentes prisionais em Vila Bela da Santíssima Trindade ou de tantos outros casos que fico sabendo em razão do ofício, mas ... queria falar de Justiça e não de INjustiça.


Queria poder dizer: hoje consegui uma pensão alimentícia decente para uma cliente ou consegui manter o marido agressor afastado de sua ex-mulher, mas para isso é necessário provas.

O que não existe no processo não existe no mundo jurídico.

O direito ao alimento é algo sagrado, dá cadeia realmente, todavia, se para estabelecer um valor razoável de pensão em tempos de não crise já era impossível, imagine agora? Em tempos de crise mundial, onde a maioria da população trabalha de maneira informal, não tem comprovante de rendimentos? Como a mulher prova as condições financeiras da pessoa obrigada a pagar pensão?

E o que dizer da violência doméstica?

Como dar respaldo às vítimas se mal temos efetivo para atender os homicídios e casos mais graves? Assaltos a bancos no interior do Estado se tornaram rotina. Não tem polícia para impedir a ação e nem seguir os bandidos.

No mês passado participei de uma audiência pública sobre a falta de segurança na cidade. Um Promotor de Justiça fez uma exposição e algumas pessoas da comunidade reclamaram da situação.

Uma das soluções apresentadas foi o fechamento mais cedo dos bares e similares para evitar consumo de drogas lícitas e ilícitas e com isso diminuir os índices de violência.

_ Eu sou a favor. Bares fechados mais cedo, homem bebe menos, mulher apanha menos.

A que ponto cheguei? Eu disse isso durante a audiência...

Eu não sei mais o que fazer!

Que a Deusa da Justiça nos proteja!

Um comentário:

disse...

Só por Deus minha linda ou pelos deuses, sei lá!
Você não imagina o quanto eu oro por vocês.
Então eu digo amém pois você nos deixou uma linda oração com esse texto repleto de reflexões a serem feitas por todos nós.
Beijos e que você tenha uma semana iluminada!