sexta-feira, 25 de junho de 2010

A Vingança - Parte XXXIV


Fazia tempo que eu não postava vingança feminina, mas minha amiga Rose Maria me mandou esta e achei ótima!

Obrigada Rose! kkkkkkkkkkkkkkk


O homem está na cozinha, fritando um ovo, quando chega a esposa e começa a gritar como uma louca:
- JOGA MAIS ÓLEO! JOGA MAIS ÓÓÓÓÓÓÓÓLEOOOOO!
- VAI GRUDAR NO FUUUUUUUNDO ... CUIDADO! VIRA, VIRA, ANDA VIRA ...
RÁPIDO! CUIDADO! CUIDADO! VAI espirrar
PARECE QUE VOCÊ É LOUCO. Vai entornaaaar

VAI ... AI, MEU DEUS!
O SAAAAAAAALLLLL !!!!! NÃO ESQUECE O SAAAAAAAAAALLLLLLLL!
O homem, irritado com os berros, pergunta:
- Por que é que você está fazendo isto?!? Você acha que eu não sei fritar um ovo?

A esposa, bem calma, responde:
- Isto é só para você ter uma idéia do que você faz comigo quando eu dirijo ...

4 comentários:

Ricksallas disse...

Na minha família possuo um irmão com grave deficiência intelectual, nescessitando de cuidados integrais. Caso a Mãe e o Pai desse deficiente intelectual venha a falecer, a responsabilidade de cuidar de tal deficiente passa para o irmão ou cabe ao Estado cuidar caso o irmão trabalhe e estude, pois o deficiente em questão necessita de cuidados integrais.
Como fica a situação?

Tânia Defensora disse...

O primeiro passo é interditá-lo. O curador ficará encarregado dos cuidados. A União paga uma aponsentadoria para o deficiente, dinheiro que ajuda nas suas despesas. Caso não haja familiares, aí sim, o Estado tem o dever de abrigá-lo numa instituição de saúde.

Tais Ellen disse...

Olá como fasso para conseguir um internamento definitivo pra minha irmã, ela nasceu com problema mental ela.é muito agressiva não enxerga nem fala ela bate muito a cabeça na parede, e acabou perdendo avisao, vire e mexe. Nos temos Qe chamar a ambulância ou a polícia para socorrer ela, eu tenho um bebê pra cuidar minhas irmãs também.
Trabalham, minha mãe é alcoolatra meu pai qebro o femo enxerga de uma vista só só Deus pra nós ajudar, ela recebe um salário mínimo, como Qe posso está arrumando uma clínica para ela? Por favor nos ajude

Tânia Defensora disse...

Boa tarde Tais Ellen!

Desculpa pela demora em responder, mas infelizmente a reforma psiquiátrica ocorrida em nosso País não permite mais essas internações nos moldes de antigamente.
Se no seu Estado não houver casas de repouso conforme impõe a lei 10.216/01, não haverá como você se libertar dessa incumbência que é cuidar de sua mãe.
Sinto em não poder ajudar.