quinta-feira, 4 de novembro de 2010

EM NOME DOS FILHOS, OU "O RETORNO DA LEI DO PAI" (GUARDA COMPARTILHADA)

Saudações caros amigos e caras amigas!
Li um post fantástico no blog da Fenix Renascida e resolvi fazer um link.
Para quem atua na área de família é uma oportunidade de fazer profundas reflexões a respeito da guarda compartilhada, que até ler a entrevista com Martin Dufresne, jornalista e ativista do movimento de homens pró-feminista do Canadá, eu era favorável.
É um pouco longo, mas vale a pena, leiam!

http://srevoredo.blogspot.com/2010/11/em-nome-dos-filhos-ou-o-retorno-da-lei.html

Um comentário:

fénix renascida disse...

Que agradável surpresa!
Fico feliz em saber que fui bem lida e bem compreendida:)

Entretanto, faço aqui um reparo.
Notei que tens a imagem de uma balança com os símbolos do homem e da mulher em equilíbrio. Mas, se notarmos bem, o símbolo do homem já denota superioridade, pois que temos uma seta voltada para cima, enquanto o da mulher denota o nível inferior, pois que representa uma cruz voltada para baixo.

E, se formos mais longe, o próprio símbolo (o da mulher) parece vir dar razão ao tal juíz de que falas no teu último post, pois ainda que a cruz simbloize o calvário por que muitas mulheres passam, pode também significar que ela é a fonte de todo o mal.

Não te parece assim?