segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Quem foi que disse que mulher não sabe dirigir hein?

Parabéns Bia!

Lucas di Grassi conquistou o título do Desafio das Estrelas de Kart. Mas quem deu um show foi a Bia Figueiredo.
Não dá para desgrudar os olhos da pista, porque é difícil acompanhar os carrinhos frenéticos mudando de posição o tempo todo.
Entre os 27 carros estavam os principais pilotos do automobilismo brasileiro. E no desafio das estrelas, ninguém brilhou mais do que a única mulher do grid, Bia Figueiredo. Uma bela surpresa, até para ela.
“Eu tinha certeza que nosso kart estava bom o suficiente para ir para cima, chegar ali entre os cinco”, diz Bia.
Porque tinha largado na 11ª colocação e foi deixando os marmanjos para trás, um a um. Tony Kanaan, da Fórmula Indy; o espanhol Jayme Algersuari, da Fórmula 1. E aí começou o pega com Rubens Barrichelo. E a agonia da mãe: “Minha mão está vermelha até agora.”
“Quando cheguei no Rubinho, eu sentia que estava mais rápida. Estava pensando a melhor maneira de ultrapassar. Na reta, eu grudei nele e ele acabou dando uma escorregadinha. E já foi suficiente para eu passar, seguindo para primeiro, ainda em cima do Rubinho, que é um grande ídolo para mim, é muito especial”, descreve Bia.
A vitória dela ainda quebrou o galho de Lucas di Grassil. Ele abandonou a corrida, mas tinha vencido a primeira prova do desafio, do sábado. E o título caiu no colo dele, pela combinação de resultados.
“Tranquilo, não tive trabalho nenhum, fiquei lá assistindo”, diz Lucas, vendo a corrida que transformou os maiores pilotos do Brasil em súditos de Bia Figueiredo.
 
Fonte: Bom dia Brasil

Um comentário:

Cirilo Vargas disse...

Tânia, minha esposa adorou o post e aproveitou para reforçar que as mulheres dominaram o mundo. Só me restou concordar. Um abraço.