segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Destino Porto de Galinhas, PE


Fiquei ausente por alguns dias porque fiz uma viagem de férias a Porto de Galinhas, Distrito de Ipojuca, município pernambucano. 
Quem mora longe do mar (em torno de 2.000 quilômetros) sempre se deslumbra com a paisagem costeira.
Hospedei-me com meu marido e filho no Hotel Pontal do Ocaporã, que fica distante da praia de Porto de Galinhas uns 4000 metros.
Sobre a hospedagem posso dizer que foi excelente. O serviço de recreação oferecido (entre os dias 24 a 31 de Janeiro) foi de tirar o fôlego de qualquer criança.  Com 8 anos, o meu menino se divertiu bastante com as brincadeiras na piscina, oficinas de massinha e pipa, além de outros jogos em equipe. Tudo cuidadosamente programado: cineminha depois de almoço e baladinhas infantis após o jantar com direito a iluminação à laser.
O hotel está localizado em frente à Praia do Cupe, que é super adequada para banho. Aliás, uma das poucas que vimos sem placas de alerta para o perigo de corrente forte.
Com uma arquitetura simples, mas despojada, o hotel possui quatro piscinas, sala de ginástica e um café da manhã muito farto, incluindo tapioca e omelete.
Há um inconveniente: se você optar por estadia com café da manhã apenas e quiser ir à Vila de Porto de Galinhas fazer algumas das refeições terá que ter paciência para esperar os táxis voltarem da vila, após levarem os primeiros passageiros e desembolsar em média R$ 15,00 pela corrida. São poucos os veículos que ficam na frente do hotel. Só não perdemos mais tempo esperando por este tipo de transporte porque guardamos um cartão de visita de um motorista curitibano, que já trabalha no local há cinco anos: Vicente, 81-9413-4419, 8771-9363, email: vicente.zapp@hotmail.com, que inclusive faz translado de Recibe para Porto de Galinhas. 
Comemos muito bem a um preço justo (qualidade da comida e local) no Barcaxeira e no Peixe na Telha. Um bom restaurante de massas foi o Grill Pasta. Há várias opções de pizzarias e algumas creperias. Em geral o valor das refeições é caro pelo custo e benefício que se oferece. 
As barracas de praias têm preços tão salgados quanto a àgua do mar.
Ponta a Ponta é um dos passeios de buggy às praias mais próximas, que pode ser feito a um custo menor pelos taxistas ou bugueiros independentes das operadoras e empresas de receptivo (quase 40% menos). Vale a pena! Recomendo!
Praia dos Carneiros é outro passeio bom de fazer. O city tour a Recife e Olinda se você não tiver intenção de voltar tão cedo é uma obrigação.  Existem outros passeios, mas preferimos curtir o hotel e a Praia do Cupe.
E aí já arrumou suas malas?


2 comentários:

Anônimo disse...

Senhora Tânia,
Meu nome é Roberto Ferreira, 68 anos de idade e 46 de kardecismo. Como estarei viajando a serviço profissional para Porto de Galinhas no próximo dia 13 de junho e,como ví que a senhora é espírita e esteve por lá, rogo-lhe informar-me se lá existe algum Centro Espírita, além de Hoteis. É que sou palestrante espírita e faço palestras musicais com meu violão, cantando canções que recebo da espiritualidade e gostaría de conseguir agendar uma palestra em algum C.Espírita (se houver), em Porto de Galinhas. Meus telefones em S.Paulo: comerc. (11) 5052-2043
Cel.Vivo: 99900-5262.
Se puder, visite o site: www.uniaoeharmonia.org.br
Muito obrigado !!! Abraço GRANDE !!! Viva DEUS !!!

Tânia Defensora disse...

Olá seu Roberto!
Não tomei conhecimento de nenhum centro espírita em minha passagem por Porto de Galinhas, mas deve haver.
Visitei o site indicado, muito belo o trabalho do grupo! Parabéns!