terça-feira, 26 de junho de 2012

Defensoria investe em conscientização para prevenir violência doméstica



A violência doméstica deve ser reconhecida como um problema social e é um mal que vem se tornando cada dia mais visível. Atuante em Cuiabá, em uma das varas especializadas da violência doméstica contra a mulher, a defensora pública Rosana dos Santos Leite, notou que os inúmeros problemas familiares têm causado a destruição de muitos lares.

Em sua atuação, a defensora pública percebeu que as brigas e discussões geralmente estão ligadas ao uso de álcool, de drogas e até mesmo por ciúmes. Diante dessa realidade, Dra. Rosana se reuniu no dia 25 de junho com moradores dos Bairros Jardim Colorado, Ribeirão do Lipa e Amperco, para debater sobre a prevenção à violência doméstica.

No encontro, os moradores puderam conhecer um pouco mais sobre a violência doméstica, os casos, a realidade e como reverter essa situação.

"O conhecimento sobre o tema, bem como a demonstração da violência e, após, em antítese, da felicidade familiar, pode sim diminuir a necessidade de aplicação da Lei Maria da Penha", garante a defensora, que foi acompanhada pela servidora Mônica Furtado.

Foram mostradas fotografias públicas de violência doméstica e também do oposto, ou seja, retratos da felicidade através da família estruturada no amor. Após a explanação foram respondidas diversas dúvidas dos presentes sobre violência doméstica e a respeito da atuação da Defensoria Pública.

"Entendo que primeiro devemos atacar a causa e depois as consequências. É necessária uma prevenção, a fim de tentar expor à população o que vem causando essa terrível prática dentro dos lares", ressalta Rosana.

Nenhum comentário: