domingo, 4 de novembro de 2012

DEFINIDA A LISTA TRÍPLICE DA DPE-MT



Após eleições realizadas na tarde desta quinta-feira (1º), os membros da Defensoria Pública de Mato Grosso formaram a lista tríplice para a escolha do novo defensor público-geral e escolheram seis novos Conselheiros.
O defensor público Djalma Sabo Mendes Junior, com 84 votos, encabeça a lista que será encaminhada do governador do Estado, Silval Barbosa. Na sequência aparecem Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz e André Renato Robelo Rossignolo, com respectivamente 66 e 59 votos. Com 47, o candidato José Carlos Evangelista Santos não integra a lista.
De acordo com o § 3º do art. 7º da LCE 146/2003, a partir do recebimento dos nomes, Silval tem o prazo de 15 dias para proceder à nomeação do novo defensor público-geral de Mato Grosso. Caso contrário será empossado o defensor público mais votado.
A votação, obrigatória a todos os membros da instituição, teve apenas cinco abstenções. Os eleitores puderam votar em até três candidatos para o cargo máximo da Defensoria Pública e em até seis candidatos para o cargo de conselheiro superior.
No caso dos conselheiros, foram proclamados eleitos: Danielle Pereira Vilas Boas Biancardini, Erinan Goulart Ferreira, José Edir de Arruda Martins Junior, Márcio Bruno Teixeira Xavier de Lima, Márcio Frederico de Oliveira Dorilêo e Tânia Regina de Matos.
Puderam concorrer ao cargo de defensor público-geral membros estáveis da carreira e maiores de 35 anos à época da posse. Para o cargo de conselheiro as condições eram que os membros não tivessem sido submetidos à aplicação de sanção administrativa disciplinar há menos de dois anos da data da inscrição.
A Comissão Eleitoral, responsável pela condução do pleito e com a competência para elaborar a lista tríplice é formada pelos defensores públicos Carlos Gomes Brandão (presidente), Alenir Auxiliadora Garcia e Jucelina Freitas Ribeiro.

Nenhum comentário: