quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

É possível não ser traída?


Já faz algum tempo que eu queria escrever sobre algum assunto que fuja do meu trabalho, mas, até traição é assunto do meu trabalho. Explico: atuo na vara de violência doméstica fazendo defesa da vítima, e aí gente... não tem jeito, pois, onde tem casal brigando, raramente não tem traição.

Em junho de 2009 fiz um post com o título Traição gera obrigação de indenizar e até hoje recebo e-mails com perguntas a respeito. A maioria vinda de mulheres. Mas tenho recebido muitas mensagens de homens traídos perguntando quais são os direitos da "traídora" após o divórcio. Quase sempre os homens não têm dúvida a respeito do fim na união, mas já as mulheres... 

O que vou escrever aqui não é fruto de nenhuma pesquisa científica e sim de relatos de amigas, clientes, parentes e pessoas do meu convívio, portanto, não é uma fórmula mágica nem tampouco uma receita exata.

Primeiro: não seja ciumenta. Se você demonstrar insegurança ele vai desconfiar que você tem medo de perdê-lo e a traição começa no seu pensamento. Pense em coisas boas, em alegria entre você e ele, e se vocês estiverem em sintonia, vocês formarão uma corrente que impedirá pensamentos insanos dele e de qualquer pessoa que esteja interessada em melar sua relação.

Segundo: confie. Pode ser difícil, principalmente se você já foi traída antes, mas perdoe-se e perdoe aquele que te traiu também, afinal foi ele quem saiu no prejuízo por não estar mais com a mulher maravilhosa que é você. Não há como monitorar todos os passos do seu amado. Você não é onipresente. E lembre-se não existem vítimas nas traições. Em algum momento você falhou ou como parceira ou como amante ou como amiga. Aceite o fato de que você não é perfeita! Você é única beirando a perfeição, mas erra de vez quando! Permita-se errar.

Terceiro: admita seu erro. Peça desculpas quando perceber que errou. Homem nenhum suporta mulher arrogante. Agora não peça desculpas o tempo todo porque mulher humildizinha e boazinha demais é candidata a Amélia.

Quarto: trabalhe o suficiente. Mulher que trabalha demais não acha tempo e nem disposição para o amor. Quando você estiver no auge de sua carreira vai querer alguém especial para dividir isso.

Quinto: relaxe. Principalmente na sua casa. Pare de colocar etiqueta em tudo, você não está no seu escritório. Deixe que seu parceiro bagunce a sua cozinha, desarrume seu quarto e molhe seu banheiro. Muitos homens conseguem ser bem mais organizados e higiênicos que muitas mulheres, mas sabemos que isso não é a regra até por questões culturais.  Se você quiser alguém que deixe tudo arrumadinho como você tem o costume de fazer, arrume uma pessoa que seja muita parecida com você (inclusive que tenha os mesmos defeitos).

Sexto: fuja da rotina. Programe algo diferente. Se gostam de assistir filmes em casa, escolha uma aventura romântica ao invés de comédia. Assista algumas cenas antes e tente repeti-las para ou com ele durante o filme.

Sétimo: deixe claro que você gosta da sua companhia. Quando você está passando mais tempo com seus parentes e amigos alguma coisa está errada. 

Oitavo: cuide de você. Para manter você linda por dentro: medite e ore. Para manter você linda por fora: pratique atividade física, pinte os cabelos e faça as unhas de vez em quando. Não invente desculpas. Você pode caminhar e pedir ajuda a uma amiga que sonha em ter seu próprio salão de beleza.

Nono: converse. Mas não converse sozinha. Deixe ele falar e ouça. Ouça com atenção cada palavra e analise tudo com calma. Se possível volte ao assunto dentro de um prazo razoável para ver se as coisas melhoraram.

Tarde demais? Você já foi traída? Procure mudar para não acontecer de novo. Mas é o seu parceiro o problema? Mude, de parceiro. Não quer mudar, tem filhos, família e aquela coisa toda...Perdoe. Procure um terapeuta e ponha tudo para fora. Depois esqueça tudo, não toque mais no assunto com ninguém. 

Pratique o exercício do perdão: 70 vezes 7 vezes, mas só faça isso se tiver estrutura emocional para tanto. O perdão precisa ser verdadeiro, caso contrário você estará sendo infeliz e se autodestruindo. Não faça isso com você.

6 comentários:

Luma Rosa disse...

Sábios conselhos, Tânia!
A traição quebra o acordo de fidelidade e quando acontece é preciso muita maturidade para enfrentar esse problema.
Quando você ama, a tendência é perdoar, mas quando o perdão é aparente, se transforma em mágoa.
Vejo casais retornando ao assunto da traição cada vez que existe uma discussão. Como se um fantasma rondasse a relação. O pior são as traições imaginárias geradas pelo ciúme. Algo parecido com psicopatia. A pessoa se imagina traída porque a atenção que recebe não é suficiente... cheguei a ler um artigo sobre esse assunto, em que a mulher pede indenização por assédio moral dentro do casamento por ter sido acusada de traição sem ter cometido o ato.
A traição também serve para o casal colocar os pés no chão, pois o objeto da traição é sempre mais imaginário do que real.
Bom fim de semana!!
Beijus,

Lindemberg Souza disse...

É possivel não ser traido, mais depende com quem a pessoa se casa ou namora

João disse...

"Deixe que seu parceiro bagunce a sua cozinha, desarrume seu quarto e molhe seu banheiro. ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS QUE ELE É HOMEM. Se você quiser alguém que deixe tudo arrumadinho como você tem o costume de fazer arrume uma namorada que seja muito, muito parecida com você."

É, Tânia... Seu preconceito e sua generalização continuam nota 10!!! Quer você queira ou não, há homens que deixam a casa muito bem arrumada sim.

Tânia Defensora disse...

kkkkkkkkk
João você está coberto de razão!
Fui preconceituosa sim...
Eu mesma conheço homens muito mais organizados e higiênicos do que muitas mulheres!
Desculpa aí tá!

joão Afonso Corrêa disse...

Tenho uma letra de música, de minha autoria, que diz:
Há quem perdoe usando a razão, mas de coração, nunca esquece não, onde está a verdade?
Tenta mentir para si e seguir em frente, não encara seus medos pois de repente, ele pode encarar e um abismo se abrir sobre seus pés.

Tânia Defensora disse...

João Afonso Corrêa

Tem um fundo e uma frente de verdade na letra de sua música. Obrigada pela visita!