terça-feira, 30 de abril de 2013

6.º BookCrossing Blogueiro



Então gente, eu acabei não postando as fotos dos livros que foram libertados. E aí estão! O pedido para a instalação da biblioteca foi deferido. O juiz da vara de execução penal em parceria com a UNIVAG (Universidade de Várze Grande) já está trabalhando na elaboração do projeto para poder remir a pena daqueles executandos que passarem a ter o hábito da leitura.

No antigo Egito as bibliotecas eram chamadas de "Tesouro dos Remédios da Alma", tal a importância que atribuíam à leitura na formação intelectual e social do povo.

Uma pena que nós brasileiros não cultivemos esse hábito. A grande maioria da população prefere dançar, ouvir música chula, e quando lê, opta por títulos vulgares que nada acrescenta ao desensolvimento humano.

Tenho certeza que muitas pessoas se colocarão contra a iniciativa, por entenderem que os "criminosos" têm privilégios demais.

Quero lembrar que todo mundo que pratica um fato típico e antijurídico é criminoso. Então, cuidado! Se beber não dirija, porque se você violar a lei, você também será rotulado. Não há diferença alguma entre as pessoas que contrariam a lei. São todos bandidos.




2 comentários:

Luma Rosa disse...

Isso mesmo!! Ao invés das pessoas criticarem, deveriam dar sugestões melhores!!
Obrigada, Tânia!! Que o seu exemplo seja seguido por outras jurisdições!!
Beijus,

Debby disse...

Oi Tânia
Fiquei sabendo do seu blog pela Luma.

Adorei o blog e suas postagens são altamente interessantes.

parabéns
Debby :)