sexta-feira, 26 de junho de 2015

BOM JARDIM É MAIS QUE BONITO, É NOBRES!

Estivemos em Bom Jardim, distrito de Nobres neste final de semana. 
Eu e minha família somos amantes da natureza, gostamos de lugares simples mas que nos forneçam beleza aos olhos e paz interior.
Bom Jardim é um desses achados. Indo pela Rodovia Emanuel Pinheiro, pega a estrada do Lago do Manso, que é toda asfaltada até o destino final. Passa pela entrada que dá acesso ao Manso (estrada de chão) e segue em frente. Se quilometrar dá exatos 140 quilômetros de Cuiabá até o distrito. 
Como a estrada é boa, você vai levar umas duas horas, sem exagerar no pé. 
Vá com o seu ou alugue um carro. Não há como fazer os passeios se você não estiver motorizado.

Fiquei hospedada na Pousada BURITI. É dotada de boa infraestrutura. Nada de luxo, mas tem estacionamento, sinal de internet razoável, duas piscininhas e um parquinho para crianças se distraírem, lanchonete e pizzaria anexa à pousada. 
O quarto é antecedido de uma sala com TV e sofá cama.  O banheiro tem um bom chuveiro. A cama é boa e o espaço do quarto é razoável. Tem uma sacada, mas quem é fumante deve levar seu cinzeiro. 
Almoçamos no Estivado, um lugar agradabilíssimo, mas simples, muito simples! Comida caseira, sistema sirva-se à vontade, com direito a sobremesa (doce caseiro) por trinta reais, mesas coletivas e você mesmo leva sua bebida para a local onde irá almoçar.
Não há muitas opções de restaurantes. Além desse, há um outro chamado Lagoa Azul, do mesmo proprietário da Pousada homônima.


Se você é do tipo que acha que tudo é espelunca, não vá a Bom Jardim, procure outro lugar para ir!!! 

Fizemos o Bóia Cross no DUTO DO QUEBÓ, que passa por dentro de uma gruta de 278 metros de comprimento. Passeio custa 55,00 por pessoa. Após o término fomos na Ponte de Pedra que é pertinho ,dá para ir à pé e é 0800.


Após a aventura no Duto, retornamos ao final da tarde para marcar presença no point obrigatório que é no Lago das Araras, um passeio contemplativo desses pássaros que voam aos bandos pelo local. Custo 15,00 Reais por pessoa.


E no dia seguinte pela manhã fomos a Cachoeira da Arara Azul, que fica numa fazenda administrada pelo SESC, cujas instalações estão ainda em fase de construção. Para chegar nesse paraíso você sobe um monte de degraus e logo em seguida desce mais um monte. Chega quase morto(a) lá embaixo. Respira e faz um mergulho em água cristalina junto com os peixes da região. Há uma tirolesa pronta para funcionar, mas falta gente para operar. A ideia do Sesc é proporcionar a opção de voltar da cachoeira pela tirolesa. O passeio custa 50,00 Reais por pessoa.


Fica a dica para as férias de julho, lembrando que a água é gelada!

Nenhum comentário: