sábado, 12 de setembro de 2015

Aline Silva - uma história de superação



Assisti a uma reportagem de Aline Silva no Esporte Espetacular e o que me chamou a atenção não foi só o fato dela, aos 11 anos, ter escapado de um coma alcoólico. 
Sua mãe tendo que trabalhar durante o dia todo, conseguiu um bolsa de estudos em uma escola integral particular e lá a menina começou a se destacar nas lutas.
Aline conseguiu trazer medalha de bronze na luta olímpica nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. 


O que mais me chamou a atenção foi o fato do marido, Flávio Ramos, que também é lutador, abandonar o seu sonho para poder ajudar a esposa a realizar o dela, ao perceber que ela precisava de alguém mais forte para praticar os golpes com mais intensidade.
 
Ele começou a treinar com Aline porque ela pesa 80 kg. A outra menina, que é da categoria debaixo, pesa uns 74, 75 quando está muito pesada. Quando Aline vai treinar com ela, para não machucá-la porque também vai competir, dosa sua força, toma cuidado. 

Com o marido Aline solta a brutalidade, faz força. Parabéns ao marido por esse apoio e desprendimento! Deveria servir de exemplo.



Aline Silva (de cinza) não tem na equipe brasileira de lutas uma sparring do seu peso para ajudar nos treinamentos
Aline Silva (de cinza) não tem na equipe brasileira de lutas uma sparring do seu peso para ajudar nos treinamentos 
Foto: Eduardo Palacio / Terra


Nenhum comentário: